Home Últimas Preços dos combustíveis em Goiás dispararam no primeiro trimestre

Preços dos combustíveis em Goiás dispararam no primeiro trimestre

de admin


O aumento nos preços dos combustíveis voltou a preocupar os motoristas goianos, com um aumento acumulado de 19,13% nos três primeiros meses de 2024. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A disparada nos preços é especialmente evidente no etanol, que registrou um aumento de 12,24% nesse período. Enquanto isso, gasolina teve um reajuste de 6,89%. A tendência de crescimento também se estende ao diesel, que apresentou uma alta de 1,27% no período.

Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindiposto), o aumento nos preços foi principalmente impulsionado pelo aumento no preço do etanol. Isso porque o biocombustível impacta diretamente o preço da gasolina, dada a sua composição de 27% na mistura.

Já analistas ouvidos pelo DM Anápolis apontam que a variação nos preços é em grande parte uma consequência das políticas de preços praticadas pelos revendedores, já que o último aumento anunciado pela Petrobras aconteceu em agosto de 2023. Atualmente, os preços médios praticados pela estatal são de R$ 5,81 para a gasolina, R$ 4,80 para o etanol e R$ 5,91 para o diesel em Goiás.

Consultores argumentam que não há justificativa para esse reajuste nos preços, especialmente considerando que a safra de cana começou em abril. A tendência, nestes meses, é de aumento na produção de etanol. Além disso, as usinas e refinarias não sofreram prejuízos, o que faz com que os valores repassados pela Petrobras ao estado sejam de R$ 2,18 por litro de gasolina e R$ 3,16 por litro de diesel.

Abril atípico

Enquanto na média do ano o estado apresenta um cenário de alta, durante todo o mês de abril os preços da gasolina tiveram baixa variação em Goiás, segundo dados revelados pelo Índice de Preços Edenred Ticket Log (IPTL). Tanto na primeira quanto na segunda quinzena do mês, o valor médio do litro da gasolina permaneceu inalterado, marcando uma média de R$ 5,94.

Entretanto, outras formas de combustível apresentaram variações. O etanol, por exemplo, teve um leve aumento de 0,51% entre as duas quinzenas de abril, passando de R$ 3,90 para R$ 3,92 por litro. Já o diesel registrou um aumento de 0,17%, saindo de uma média de R$ 5,88 para R$ 5,89 por litro.

Apesar dessas altas, tanto o diesel quanto a gasolina permaneceram como os combustíveis mais acessíveis na região Centro-Oeste. Somente o estado do Mato Grosso oferece etanol mais barato que Goiás: mesmo com um aumento de 3,37% durante abril, subindo de R$ 3,56 para R$ 3,68 por litro.

Por outro lado, no Mato Grosso, tanto o diesel quanto a gasolina registraram quedas de preço. O diesel teve uma redução de 0,32%, passando de R$ 6,16 para R$ 6,14 por litro, enquanto a gasolina subiu 0,16%, indo de R$ 6,14 para R$ 6,15 por litro.



Você pode interessar!