Home Prefeitura Enfermeira, paciente e funcionários são amarrados e agredidos até com chute na cabeça durante assalto em unidade de saúde | Goiás

Enfermeira, paciente e funcionários são amarrados e agredidos até com chute na cabeça durante assalto em unidade de saúde | Goiás

de admin


Unidade de saúde do distrito Campos Lindos, em Cristalina, Goiás — Foto: Reprodução/Redes sociais

Enfermeira, paciente e outros funcionários foram amarrados e amordaçados durante um assalto em uma unidade de saúde do distrito Campos Lindos, em Cristalina, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Militar, um dos suspeitos foi preso e outros dois fugiram.

O g1 tentou ligar para o advogado do suspeito, por volta das 18h50 deste sábado (27), mas não houve retorno até a última atualização da reportagem. Neste sábado (27), o homem teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

O g1 entrou em contato com a Prefeitura de Cristalina, via e-mail enviado por volta das 18h50 deste sábado (27), mas não houve retorno até a última atualização da reportagem.

O crime aconteceu na sexta-feira (26). Aos policiais, um dos servidores explicou que, por volta das 4h, três homens chegaram no posto de saúde gritando por socorro e dizendo que um deles estava passando mal. Então ele abriu o portão para que o jovem pudesse ser atendido, momento em que um deles puxou uma arma de fogo e anunciou o roubo.

O servidor foi ameaçado de morte e obrigado a levar o trio para o interior da unidade de saúde. Na sala do vigia, os suspeitos o agrediram com um chute na cabeça. Já a enfermeira foi rendida, amarrada e teve uma gaze colocada na boca. Segundo as testemunhas, um dos suspeitos chegou ameaçá-la de estupro caso não obedecesse às ordens.

Enquanto o trio executava o roubo, um paciente chegou no local e acabou sendo rendido também. As vítimas foram amarradas dentro de uma sala e os suspeitos levaram aparelhos de celular, notebook, filtro de água, aparelho de micro-ondas e chaves de dois carros – um Fiat Mobi e um Nissan Frontier.

Os suspeitos, então, fugiram nos carros roubados. Quando os homens foram embora, um dos servidores conseguiu se soltar e ligar para a polícia.

A Polícia Militar conseguiu prender um dos suspeitos no Distrito Federal. Um deles afirmou que os veículos seriam vendidos.

Os dois carros foram recuperados, além dos itens como filtro, micro-ondas, celulares e notebooks. A polícia também apreendeu uma espingarda. A Polícia Civil investiga o caso.

📱 Veja outras notícias da região no g1 Goiás.

VÍDEOS: últimas notícias de Goiás

Você pode interessar!