Home Cidades Goiás registra infecção simultânea de dengue e chikungunya em pacientes

Goiás registra infecção simultânea de dengue e chikungunya em pacientes

de admin


A Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO) registrou infecção simultânea de dengue e chikungunya em pacientes de cinco cidades goianas.

Os exames foram realizados pelo Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen), por meio do exame de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR).

Infecção simultânea de dengue e chikungunya

Medidas de prevenção são essenciais para combater as doenças. FOTO: SES-GO/ Divulgação

De acordo com a SES-GO, a situação das arboviroses no Estado é preocupante e mostram que as duas doenças, transmitidas pelo mesmo mosquito, o Aedes aegypt, foram registradas em 65 municípios.

“Pode parecer pouco, mas é preocupante. Estamos monitorando esses casos para ver se o fato de uma pessoa ter coinfecção aumenta a gravidade ou a chance de complicação, resposta que a gente ainda não tem”, diz a superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Flúvia Amorim.

De acordo com o diretor-geral do Lacen-GO, Vinícius Lemes da Silva, todos os municípios podem enviar amostras por meio de seus serviços de vigilância ou diretamente pelas unidades de atendimento.

“Todos os pacientes devem ser notificados, e a amostra deve acompanhar a ficha de notificação e cadastro no Sistema Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL)”, orienta.

Casos e mortes

Medidas de prevenção contra dengueMedidas de prevenção contra dengue
Evitar acúmulo de água pode diminuir os focos do mosquito transmissor. Foto: Envato

Dados da SES-GO divulgados nesta quarta-feira (3/4) apontam que Goiás registra, até o momento, 80.364 casos confirmados da de dengue e outros 172.248 notificados.

O número de mortes também aumentou. Em dez dias, foram 14 novas mortes pela doença, totalizando 88. Além disso, outros 118 estão em investigação.

Anápolis segue sendo a cidade com a maior quantidade de mortes, totalizando 16. Em seguida estão Luziânia (11), Valparaíso de Goiás (6), Águas Lindas (5), Aurilândia (5), Goiânia (5), Uruaçu (5), Cristalina (4) e Novo Gama (3). Outras cidades como Iporá, Formosa, Cidade Ocidental e Ceres, registram duas mortes cada.

Cidades goianas que registram uma morte são: Alto Horizonte, Caldas Novas, Senador Canedo, Planaltina, São Luiz do Norte, Rialma, Mimoso de Goiás, Alvorada do Norte, Santo Antônio de Goiás, Santo Antônio do Descoberto, Aparecida de Goiânia, Niquelândia, Santa Helena de Goiás, Mineiros, São Luís de Montes Belos, Ouvidor, Montividiu, Cocalzinho de Goiás, Leopoldo de Bulhões, Bonfinópolis e Alexânia.

Já em relação a chikungunya, foram registrados 3.835 casos em Goiás, um aumento de 37.36% em relação ao ano passado. No total, três mortes já foram registradas neste ano, nas cidades de Goiânia, Jataí e Serranópolis.

Você pode interessar!